Pular para o conteúdo principal

"Then she found me" (Quando me apaixono)

Hoje, por volta das 17h, Erika, amiga e companheira dos cines, me manda msg: "Rola cine?" Liguei pra ela e pensamos no que ver... "Comer, rezar, amar? Só as 21:20 no Artiplex" Será?? Aí Erika: "sei lá, não tô assim amarradona para ver esse..." E eu também não... tanto que as pessoas falaram que dá uma desanimada... por sugestão da Erika decidimos ver o que estava no Estação as 19h, o título é "Quando me apaixono" Não sabia do que se tratava e mesmo se tivesse visto a sinopse que acabei de achar aqui na internet...

Sinopse: Professora novaiorquina (Helen Hunt) entra em crise quando, em uma rápida sucessão de acontecimentos, seu marido (Matthew Broderick) a deixa e ela se apaixona pelo pai (Colin Firth) de um de seus alunos. Para complicar, sua mãe adotiva morre e a mãe biológica Bernice Graves torna-se uma excêntrica apresentadora de TV.

Não imaginaria que seria tão "tocante"... Parece que neste momento da minha vida, às vesperas de completar 34 anos, tudo gira em torno do meu sonho maior: ser mãe! Esta sinopse do filme traduzida na minha linguagem do momento seria: "Mulher de 39 anos (filha adotada) casa e tenta desesperadamente engravidar, ouve da sua mãe: Adote e depois engravide! Ela se recusa e logo depois se separa... E conhece o homem da sua vida na "hora errada" 
Todo tempo estou a volta com esta questão de ter uma produção indenpendente, de comprar semem e nunca me passa pela cabeça adotar porque como diz a protagonista do filme: "quero um filho meu!" Será?? será que Deus quer dizer para mim que eu não posso descartar essa possibilidade? Amor sei que tenho de sobra para dar...
Será que meu inconsciente está me levando "coincidentemente" para o mesmo lugar ou será um sinal de que em breve acharei o "homem da minha vida na hora certa!"???
No meio de tudo isso, minha amiga sai na night e conhece um cara e na conversa com ela diz: "Pô me separei faz pouco tempo, ficamos juntos 7 anos e ela me diz que não está na hora de ter filho, caramba adoro crianças, quero ter meu filho!" Na mesma hora minha amiga pensa: Meu Deus, parece Paty falando... rsrsrs
O nome do filme em inglês é mais apropriado pois uma adoção, a meu ver, é isso: aquela criança "encontrou" sua mãe!
Sei lá... devaneios, medos, apreensões e esperança!
Ainda bem que estava com minha amiga palhaça porque o final do filme (não posso contar pq vale a pena conferir) me fez chorar muito.... de emoção... não de trsiteza... 
Que venham os 34 anos e que Deus me mostre o que está reservado para mim... 

Comentários

ErikaMartin disse…
Amiga..vc esqueceu de mencionar dos desejos das grávidas..kkk Foi tudo isso que escreveu..Fiquei com vontade de chorar, mas não dá né?! Nem na hora de ir embora dá pra ficar naquele momento "reflexão"..Quase fomos atropeladas e Bota tá fogo..kkk De um lado só...do outro ....kkkk mais é isso..Por acaso ou não estamos nós as amigas as voltas com essas "gravidezes" tipo "cafezes"...vms tirar no par no ímpar como na facu? kkk Bjs e boa meia semana...Tamu junta...
Alê disse…
Amiga, tudo sem tempo.Não pense que Deus esqueceu de você.Ele deve estar esperando o momento certinho pra dar esse presentão.
E lembre-se que ansiedade na grande maioria das vezes, só atrapalha.

: )

Seu companheiro aparecerá, e com ele, naturalmente virão frutos.
Beijos
Patricia Ramos disse…
Olha tentei postar lá no teu blog, mas não está aparecendo pra mim as letras de senha!!!Então voltei pra cá...


Noooossa Paty!!
Vou parar de ler teus posts... sempre acabo chorando!!!E olha q a minha fase choro já passou!!!Pelo menos deveria ter passado!!!hahahhah!!
Deus sabe todas as coisas e, com certeza, Ele está providenciando tudo pra vc!!!Tudo sempre dá certoooo!!!
Um grande bj,
Patricia Ramos disse…
Amiga, grande amiga. tb nao entendo os mandamentos dessa vida. mas tenho sido mais verdadeira comigo mesma, ido na direção que meu coração aponta, mesmo sem saber pra onde vou e muitas vezes não entenda do que ele está falando. mas tenho ido. e tem sido bom. tranquilidade nao encontrei ainda. estou em meio ao furacão rodando muito e me equilibrando para estar de pé na hora da saída. portanto deseje muito seu filho. de verdade. quando ele vier tamanha será a nossa alegria. de todas nós e de muita gente. deseje. apenas DESEJE. quando, como, com quem, onde? Os caminhos? Deus ilumina. Seja feliz!

Pâmela

Postagens mais visitadas deste blog

"Aonde quer que eu vá"

Quem é que nunca ouviu uma música e lembrou de um momento da vida? Músicas, cheiros... quando ouvimos ou sentimos parece que entramos numa máquina do tempo e vamos até o momento em que vivemos tal situação... Hoje eu estava no carro e tocou no rádio uma música do Paralamas do Sucesso "Aonde quer que eu vá levo vc no olhar..." E essa música fez parte de um momento da minha vida... E a letra é incrivelmente linda... Logo depois q o Hebert e a mulher sofreram o acidente e ela morreu eu soube que ele escreveu essa música antes do acidente e fiquei boba porque parece que ele "pressentia" o que aconteceria... Na verdade lá no fundo do nosso ics, da nossa alma pressentimos muitas coisas e colocamos isso em carta, textos, músicas... E parece que Hebert fez isso pressentindo que seu amor iria para um outro plano... Eu sempre tive uma intuição forte e aguçada e muitas coisas que aconteceram na minha vida pareciam que aconteciam do nada, mas eu já sabia que algum dia tal situ…

"Dê o passo que o universo coloca o chão"

Caramba, quanto tempo!!!
Nem sei há quanto tempo não escrevo aqui!!
Desde que meu filho nasceu que minhas certezas e garantias foram mudando.
Depois que a maternidade chega, a gente começa a pensar de forma tão diferente. Novas possibilidades surgem, novos interesses e novos valores.
Mas não é tão simples como pode parecer.
Levei alguns anos para entender o que estava acontecendo dentro de mim. Um turbilhão de situações e de mudanças. Precisei passar por uma pancreatite, ficar internada e só então retomar a análise... Precisei conhecer mulheres incríveis com um pensamento mais próximo ao meu, precisei ter coragem para dizer o que penso de verdade e precisei de força para dizer para mim mesma que eu precisava correr atrás dos meus sonhos!
Depois de 14 anos trabalhando numa mesma empresa... precisou que um furacão passasse por lá e acabasse com toda minha certeza de que lá era um lugar maravilhoso para que eu pudesse ter coragem para correr atrás.
Foi quando eu liguei para Fadynha e ped…

Para Laura

Resolvi reservar um cantinho aqui no blog para contar para você, Laura como foi a gravidez da mamãe a sua espera...  Minha sobrinha querida,
Eu soube que sua mãe estava desconfiada de que você estava lá sendo gerada dentro dela...
No dia 17/01/10, domingo, fomos no churrasco na lage da casa da tia Alessandra e minha princesa Marina ficou grudada na sua mãe... sua mãe começou a desconfiar de que a menstruação atrasada significava mesmo que você já estava lá... Neste mesmo dia a noite ela falou comigo no MSN:
- Patyça, tô bolada
- Por que??
- Minha menstruação tá atrasada, era para ter vindo dia 15
- Mas tá sentindo alguma coisa?? Faz o teste de farmácia
- Eu fiz semana passada mas deu negativo, mas meu peito tá doendo... não sei...
E assim ficamos na expectativa... até que depois de um feriado de São Sebastião em familia, onde eu, sua avó, seu pai e sua mãe almoçamos juntos, jogamos juntos e finalizamos o dia assitindo um belo pôr-do-sol no Arpoador e comendo um koni... (…