Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2010

Albergue da "Maroca, Albergue das Canecas, Rio Scenarium ou simplesmente a Casa da Paty??

Como boa sagitariana gosto de estar rodeada de amigos e fui acostumada desde pequena a ter casa cheia.
Meu pai e minha mãe sempre faziam almoços, comes e bebes nos sábados e domingos, muitas vezes com violão e muita diversão... Era o dia da Rabada, o dia do Mocotó, do arroz de cuchá na casa da Vó Leutres e por aí vai, tudo era motivo de festa... E eu continuo assim AMO receber as pessoas na minha casa... Quando morava na casa da minha mãe sempre fazia jantar de aniversário, nós as amigas para sempre todo ano faziamos o tradicional fondue, com direito a duas batatas para cada hehe e assim vai... Quando em 2003 fui morar em Salvador, minha casa baiana passaria a ser o refugio dos amigos cariocas no tão falado carnaval de Salvador. Mas durante os dois primeiros anos de Salvador morei na casa dos meus exs-sogros e aí não podia convidar todo mundo... Mas em 2005 quando fui morar num apê com meu ex-marido, comecei a receber meus amigos, já recebi Julinho e a namorada, Márcia e a família, Da…

Um sonho antigo...

Sempre sonhei que um dia ia escrever um livro...
Minha mãe conta que quando eu era pequena ela achava mesmo que eu seria escritora porque eu tinha um amigo imaginário com o qual eu criava altas histórias, letras de músicas e muitas aventuras...
Quando estava fazendo minha monografia da faculdade acreditei que um dia esreveria um livro sobre o tema da minha monografia que foi "O gozo do drogadicto", mas paralisei meus estudos psicanalíticos e aí nunca mais dei continuidade a isso.
Depois comprei um caderno com capa dura parecendo um livro com as páginas em branco e comecei a escrever um romance, ao qual dei o nome de "Eclipse", mas também não continuei...
Hoje voltando do mercado, pensei: "será que seria legal eu começar rascunhando aqui no blog??"
O que acham???
Não sou uma escritora profissional e nem sei se todos os leitores estariam interessados, mas sei que tenho uma imaginação fértil e que posso usar minhas experiências para dar um sentido a elas...

Amigas para sempre

Desde que li o post que minha amiga para sempre Erika escreveu em seu blog, decidi que apenas comentar o seu post não era suficiente, pois para falar dessas 3 pessoas especiais que eu amo DEMAIS seria necessário também um post no meu blog! Nós somos 4 amigas que se conheceram no ano de 1994 na Universidade Estácio de Sá, no curso de Psicologia!
O primeiro dia de aula para mim foi uma loucura, eu "Elba" total de short de bali, nauru preto e mochila (com medo de trote rsrsrsrs) passando por uma fase MEGA dificil, pois meus pais acabavam de se separar e tendo que começar uma nova fase da vida...
Meu pai sempre nos criou numa redoma de vidro, então pegar ônibus, sair para lugares longe não faziam parte do meu cotidiano... E no primeiro dia de aula eu estava saindo da Ilha do Governador para ter aula no Rio Comprido. Meu pai me levou de carro, mas a volta eu teria que tentar alguma coisa... ao mesmo tempo que queria minha liberdade e indenpêndencia, o medo de sair livre e só e…

"Welcome to the Jungle"

Janeiro 2010 - Rob me pergunta: E aí? Vamos no show do Guns dia 14/03 na Apotesose e eu pensativa quanto ao valor, respondo: Vamos, mas espero que ele toque também as músicas antigas...
Fevereiro 2010 - Recebo uma msg de B perguntando se quero ir ao show do Guns, no que respondo que irei com Rob... dias depois ele confirma presença. Então seremos eu, Rob, B e Seré na Apotesose curtindo Guns `n Roses... Muitas recordações estavam por vir, muitas histórias para contar, pois o Guns faz parte da minha vida há mais de 20 anos e embala a primeira e longa e ainda atual história de amor da  minha vida... 14/03/2010 - Amanheço o dia na casa de Rob, após ter assistido ao show do A-Ha no Citibank Hall na noite anterior... Apesar da chuva da noite passada, tempo bom, com sol e calor... Sigo para o pic-nic de comemoração do niver das gêmeas Júlia e Sofia e vou para casa desacansar para a maratona do show a noite, já que eu e Rob lemos em todos os sites que ele atrasou 3 horas e meia em Brasilia, 3 …

Minha terceira tatoo: VIDA

Hoje nasceu a minha terceira tatoo! Fiz minha nova tatoo na BANZAI do Downtown e o tatuador foi o Bomba!
O símbolo do Hai significa o número 18 em aramaico e quer dizer VIDA.
Em 2008 lá na loja que trabalhava em Salvador, um cliente carioca judeu esteve lá e nos contou a respeito do Hai e prometeu que nos mandaria a cada um de nós um cordão com dois pingentes: o símbolo do Hai e uma cruz em prata.
Passado alguns meses ele realmente nos presentou com o prometido... Desde então fiquei apaixonada pelo símbolo e por seu significado e desde que comecei a pensar na minha terceira tatoo este símbolo não me saia da cabeça.
E hoje ela nasceu, está no meu pulso esquerdo, pois faz referência ao seu verdadeiro significado: VIDA - o lado do coração e onde nossa vida pulsa, nosso sangue corre e nos mantém vivos...
Sempre valorizei muito a VIDA, mas depois do meu episódio da dengue em 2005 passei a dar um valor ainda maior à VIDA, aos pequenos instantes, aos momentos mágicos, aos momentos tristes…