Pular para o conteúdo principal

Mãe do Rafael

Pois é... cá estou eu escrevendo na véspera do meu primeiro dia das mães com meu filho nos braços e por coincidência o dia também em que ele completa 5 meses de vida fora do meu ventre.
Ano passado ele já era uma pequena sementinha crescendo dentro de mim, mas eu não sabia e nem imaginava... mas é claro que esse é um ano especial.
Sempre soube que não poderia passar por essa vida sem viver "novamente" a emoção de ser mãe. Digo "novamente", pois tenho certeza de que já fui mãe em outras vidas... e sempre tive essa certeza e hoje também sei que Rafael já esteve comigo em algum outro momento...
Meu sonho desde os 5 anos de idade era gerar uma vida dentro de mim e esse sonho só se realizou ano passado... algo meio "inesperado", mas completamente desejado...
E ele ainda veio para me ensinar que ser mãe é respeitar o seu filho, é ouvi-lo e saber que seus planos mudam completamente por causa dele!!
Desde que engravidei tinha certeza de que meu parto seria no tempo certo. Jamais imaginei determinar uma data para meu filho chegar e assim foi, mas do jeito dele. Ele chegou na hora que quis e como quis e eu estava lá para recebê-lo sem medo... e sem acreditar que ele chegaria assim apressadinho.
Faço tudo por ele e tudo que dou a ele é amor e carinho e por isso sou uma mãe adepta a criação com apego, às técnicas da exterogestação... tudo que eu puder fazer para ele se sentir aconchegado e amado.
Com a proximidade da volta ao trabalho, meu coração começou a apertar pois tinha medo de não ter leite suficiente para alimentá-lo e foi aí que começou minha busca... busca por respostas, pois a idéia do leite artificial não me soava nada bem. Foi aí que depois de ouvir 3 opiniões médicas, segui meu instinto e fui lá ouvir uma 4ª opinião e juntei meu instinto com a opinão da 4ª pessoa e também olhando para Rafa entendi: ele queria comer!!! E aí começamos a introdução das papinhas, frutinhas e estamos vivendo esse momento de descobertas e ele sempre comigo. E eu sempre com ele. E o peitinho dele aqui para quando ele quiser!!!

Te ouvi, meu filho!!! E sempre vou te ouvir apesar de você mudar os planos da mamãe, mas minha maior felicidade é vê-lo feliz!!! E vendo você comer o mamãozinho tenho certeza de que você está feliz!
E o mais legal de tudo isso é que não sinto dificuldades em exercer o papel de mãe de primeira viagem... ao segurar o Rafa pela primeira vez no meu colo eu sabia que aquela função materna já havia sido exercida em algum outro momento. É como re-lembrar algo já vivido!
Pois hoje, véspera de dia das mães, meu coração está completo de amor!
Minha vida não seria nada sem Rafa do meu lado!
É um amor maior que tudo!!!
Um feliz dia das mães para todas as mães do mundo!!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

"Aonde quer que eu vá"

Quem é que nunca ouviu uma música e lembrou de um momento da vida? Músicas, cheiros... quando ouvimos ou sentimos parece que entramos numa máquina do tempo e vamos até o momento em que vivemos tal situação... Hoje eu estava no carro e tocou no rádio uma música do Paralamas do Sucesso "Aonde quer que eu vá levo vc no olhar..." E essa música fez parte de um momento da minha vida... E a letra é incrivelmente linda... Logo depois q o Hebert e a mulher sofreram o acidente e ela morreu eu soube que ele escreveu essa música antes do acidente e fiquei boba porque parece que ele "pressentia" o que aconteceria... Na verdade lá no fundo do nosso ics, da nossa alma pressentimos muitas coisas e colocamos isso em carta, textos, músicas... E parece que Hebert fez isso pressentindo que seu amor iria para um outro plano... Eu sempre tive uma intuição forte e aguçada e muitas coisas que aconteceram na minha vida pareciam que aconteciam do nada, mas eu já sabia que algum dia tal situ…

"Dê o passo que o universo coloca o chão"

Caramba, quanto tempo!!!
Nem sei há quanto tempo não escrevo aqui!!
Desde que meu filho nasceu que minhas certezas e garantias foram mudando.
Depois que a maternidade chega, a gente começa a pensar de forma tão diferente. Novas possibilidades surgem, novos interesses e novos valores.
Mas não é tão simples como pode parecer.
Levei alguns anos para entender o que estava acontecendo dentro de mim. Um turbilhão de situações e de mudanças. Precisei passar por uma pancreatite, ficar internada e só então retomar a análise... Precisei conhecer mulheres incríveis com um pensamento mais próximo ao meu, precisei ter coragem para dizer o que penso de verdade e precisei de força para dizer para mim mesma que eu precisava correr atrás dos meus sonhos!
Depois de 14 anos trabalhando numa mesma empresa... precisou que um furacão passasse por lá e acabasse com toda minha certeza de que lá era um lugar maravilhoso para que eu pudesse ter coragem para correr atrás.
Foi quando eu liguei para Fadynha e ped…

Para Laura

Resolvi reservar um cantinho aqui no blog para contar para você, Laura como foi a gravidez da mamãe a sua espera...  Minha sobrinha querida,
Eu soube que sua mãe estava desconfiada de que você estava lá sendo gerada dentro dela...
No dia 17/01/10, domingo, fomos no churrasco na lage da casa da tia Alessandra e minha princesa Marina ficou grudada na sua mãe... sua mãe começou a desconfiar de que a menstruação atrasada significava mesmo que você já estava lá... Neste mesmo dia a noite ela falou comigo no MSN:
- Patyça, tô bolada
- Por que??
- Minha menstruação tá atrasada, era para ter vindo dia 15
- Mas tá sentindo alguma coisa?? Faz o teste de farmácia
- Eu fiz semana passada mas deu negativo, mas meu peito tá doendo... não sei...
E assim ficamos na expectativa... até que depois de um feriado de São Sebastião em familia, onde eu, sua avó, seu pai e sua mãe almoçamos juntos, jogamos juntos e finalizamos o dia assitindo um belo pôr-do-sol no Arpoador e comendo um koni... (…