Pular para o conteúdo principal

Mãe do Rafael

Pois é... cá estou eu escrevendo na véspera do meu primeiro dia das mães com meu filho nos braços e por coincidência o dia também em que ele completa 5 meses de vida fora do meu ventre.
Ano passado ele já era uma pequena sementinha crescendo dentro de mim, mas eu não sabia e nem imaginava... mas é claro que esse é um ano especial.
Sempre soube que não poderia passar por essa vida sem viver "novamente" a emoção de ser mãe. Digo "novamente", pois tenho certeza de que já fui mãe em outras vidas... e sempre tive essa certeza e hoje também sei que Rafael já esteve comigo em algum outro momento...
Meu sonho desde os 5 anos de idade era gerar uma vida dentro de mim e esse sonho só se realizou ano passado... algo meio "inesperado", mas completamente desejado...
E ele ainda veio para me ensinar que ser mãe é respeitar o seu filho, é ouvi-lo e saber que seus planos mudam completamente por causa dele!!
Desde que engravidei tinha certeza de que meu parto seria no tempo certo. Jamais imaginei determinar uma data para meu filho chegar e assim foi, mas do jeito dele. Ele chegou na hora que quis e como quis e eu estava lá para recebê-lo sem medo... e sem acreditar que ele chegaria assim apressadinho.
Faço tudo por ele e tudo que dou a ele é amor e carinho e por isso sou uma mãe adepta a criação com apego, às técnicas da exterogestação... tudo que eu puder fazer para ele se sentir aconchegado e amado.
Com a proximidade da volta ao trabalho, meu coração começou a apertar pois tinha medo de não ter leite suficiente para alimentá-lo e foi aí que começou minha busca... busca por respostas, pois a idéia do leite artificial não me soava nada bem. Foi aí que depois de ouvir 3 opiniões médicas, segui meu instinto e fui lá ouvir uma 4ª opinião e juntei meu instinto com a opinão da 4ª pessoa e também olhando para Rafa entendi: ele queria comer!!! E aí começamos a introdução das papinhas, frutinhas e estamos vivendo esse momento de descobertas e ele sempre comigo. E eu sempre com ele. E o peitinho dele aqui para quando ele quiser!!!

Te ouvi, meu filho!!! E sempre vou te ouvir apesar de você mudar os planos da mamãe, mas minha maior felicidade é vê-lo feliz!!! E vendo você comer o mamãozinho tenho certeza de que você está feliz!
E o mais legal de tudo isso é que não sinto dificuldades em exercer o papel de mãe de primeira viagem... ao segurar o Rafa pela primeira vez no meu colo eu sabia que aquela função materna já havia sido exercida em algum outro momento. É como re-lembrar algo já vivido!
Pois hoje, véspera de dia das mães, meu coração está completo de amor!
Minha vida não seria nada sem Rafa do meu lado!
É um amor maior que tudo!!!
Um feliz dia das mães para todas as mães do mundo!!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Relato do meu parto natural

-
Desde pequena ouço minha mãe falar dos seus partos normais e sempre tive a certeza de que no dia em que eu engravidasse teria meu filho da maneira normal, afinal ele deveria sair por onde entrou rs Claro que não abomino a cesariana, mas para mim ela existe para salvar mãe e/ou bebê e não para ser algo escolhido. Respeito a escolha de cada mulher, mas esta não seria uma escolha minha. Portanto, desde que descobri minha gravidez "inesperada" mas super desejada, decidi que iria enfrentar uma "batalha" visto que o modelo do Sistema brasileiro mostra que hoje em dia na rede particular aproximadamente 90% das mulheres têm seus filhos através de cesareas agendadas. Na maioria dos casos, influenciadas por seus médicos que não querem exercer sua profissão de maneira ética e querem decidir o dia do bebê nascer sem comunicar a ele e isso gera muitos problemas... (em breve outro post sobre isso...)
Enfim, corri atrás de informações com amigas que tiveram seus filhos de parto…

"Aonde quer que eu vá"

Quem é que nunca ouviu uma música e lembrou de um momento da vida? Músicas, cheiros... quando ouvimos ou sentimos parece que entramos numa máquina do tempo e vamos até o momento em que vivemos tal situação... Hoje eu estava no carro e tocou no rádio uma música do Paralamas do Sucesso "Aonde quer que eu vá levo vc no olhar..." E essa música fez parte de um momento da minha vida... E a letra é incrivelmente linda... Logo depois q o Hebert e a mulher sofreram o acidente e ela morreu eu soube que ele escreveu essa música antes do acidente e fiquei boba porque parece que ele "pressentia" o que aconteceria... Na verdade lá no fundo do nosso ics, da nossa alma pressentimos muitas coisas e colocamos isso em carta, textos, músicas... E parece que Hebert fez isso pressentindo que seu amor iria para um outro plano... Eu sempre tive uma intuição forte e aguçada e muitas coisas que aconteceram na minha vida pareciam que aconteciam do nada, mas eu já sabia que algum dia tal situ…

Saudadinha

Ai, hj bateu uma saudadinha...
Há três meses venho exercitando uma coisa que não tenho que se chama: paciência
Entendendo de que cada um tem seu tempo e de que o meu tempo nem sempre é o tempo certo...
Isso porque tem umas coisinhas simples que me prendem... e me deixam assim... sonhando, pensando, fantasiando... E-S-P-E-R-A-N-D-O
Que verbinho dificil de conjugar esse: esperar... dificil demais para uma sagitariana nascida de 8 meses...
E quando a saudade bate assim... fica ainda mais dificil...
"Também estou com saudades, quer dizer você não disse que estava, mas escreveu... é mas eu estou..." essa frase é igual a cair da cama e esconder a cabeça no travesseiro... fofo demais...
-Então tá, um beijo!
-Dois!
Own... é bobo né? Eu sei, mas é tão fofo...
Será que estou tendo aulas de frieza?? Será que eu posso falar isso??? Será que posso dizer: hum, que saudades do seu sorriso de canto de boca??
O desejo de acertar é tão grande que fico meio paralisada...
Só queria dizer que es…