Pular para o conteúdo principal

"memórias, crônicas e declarações de amor"

é isso... re-comprei este CD da Marisa Monte outro dia numa promoção e hoje fui arrumar casa e resolvi escutá-lo e pra quê???
lá no quarto, varrendo e de repente uma cena na minha cabeça...
fiz uma viagem no tempo...
o ano de 2000... quatro pessoas num carro escutando este CD... uma época em que estava pronta para me apaixonar e desejava encontrar alguém que compartilhasse comigo os mesmos gostos, as mesmas afinidades, que fosse meu amigo, companheiro, que topasse fazer loucuras...
e de repente... hoje eu precebo que ali naquele carro tinha alguma coisa errada...
e hoje? o que sinto? já vivi tantas coisas, não sou mais aquela "sonhadora" que acredita piamente em príncipe encantado... mas aqui está uma mulher que pela primeira vez se vê sem saber se está ou não apaixonada... será? realmente não sei responder...
outro dia conversando com minha amiga falei que eu brinco, brinco mas que no fundo o que eu desejo é um companheiro que seja amante, amigo e que me transmita segurança e que acima de tudo me faça "ouvir os sininhos"... sabe aquele "sininho" que você escuta quando beija a pessoa que te atrai?? então?? pois é... esses... mas será que podemos construir toda uma vida de "sininhos"??
creio que não... mas também não consigo acreditar num relacionamento que não te deixa "bobo", pensando o tempo todo na pessoa, que te faça sentir que está "enfeitiçado"... mesmo que essas "tolices" apareçam apenas no começo, elas têm que estar presentes, se não... não vai pra frente...
e aí? as vezes acho que sou muito compreensiva demais e que em muitos dos meus relacionamentos tenha usado a "compreensão" contra mim... e não a meu favor, como deveria ser...

"E no meio de tanta gente eu encontrei você
Entre tanta gente chata sem nenhuma graça,
Você veio
E eu que pensava que não ia me apaixonar
Nunca mais na vida"

cadê você? quero sentir isso de novo, mas ao mesmo tempo estou me sentindo tão tranquila, as vezes vem aquela "saudadezinha", mas que fica lá escondidinha e aí só pegar uma vassoura para dar um jeito na casa que a "saudadezinha" fica camuflada" mas hoje fui pega de surpresa pela cena...


"Apagaram tudo
Pintaram tudo de cinza
A palavra no muro
Ficou coberta de tinta 
Apagaram tudo
Pintaram tudo de cinza
Só ficou no muro
Tristeza e tinta fresca
Nos que passamos apressados
Pelas ruas da cidade
Merecemos ler as letras
E as palavras de Gentileza 
Por isso eu pergunto 
A vocês no mundo 
Se é mais inteligente 
O livro ou a sabedoria 
O mundo é uma escola 
A vida é o circo 
Amor palavra que liberta 
Já dizia o profeta "

há quem diga que me "exponho" muito... pode até ser mesmo, mas essa sou eu!
e gosto de falar dos meus sentimentos... principalmente agora que estou nesse "não-saber", não sei se estou apaixonada, não sei o que devo fazer, não sei se corro atrás, ou se corro pra trás... 
e para finalizar um post sobre amor e sentimentos, aí vai o poema que é narrado na primeira música AMOR I LOVE YOU:


Tinha suspirado
Tinha beijado o papel devotamente
Era a primeira vez que lhe escreviam aquelas
sentimentalidades
E o seu orgulho dilatava-se ao calor amoroso que saia
delas
Como um corpo ressequido
que se estira num banho tépido
Sentia um acréscimo de estima por si mesma!
E parecia-lhe que entrava enfim numa existência
superiormente interessante...
Onde cada hora tinha seu intuito diferente
Cada passo conduzia um êxtase...
E a alma se cobria de um luxo radioso de sensações...
PS: Pensando bem... não estou ainda apaixonada porque os apaixonados geralmente sofrem né??? rsrsrsr e eu estou curtindo a vida... Lema de 2011: "Viver e não ter a vergonha de ser feliz...!"

Comentários

Alê disse…
amiga, eu não posso afirmar ou não se vc está apaixonada, mas pelo que eu te conheço e conheço de "apaixonamento", vc não tem ouvido os sininhos que já escutou tantas vezes ao longo desses 34 anos, nesse momento.rs
Eu acho que vc tá certa no seu lema.Vai vivendo e vai curtindo, que na hora certa aqueles cupidinhos vão tascar umas flexadas em vc!
beijo
Patricia Ramos disse…
Amiga, PQP, que porra foi essa???kkkkkk
Um dos melhores posts que vc já colocou....faz o que teu coração mandar amiga, sem medos!!!!! Agora estou assim...jogando tuudo pra cima.......quero é ser feliz, ouvir os benditos sininhos...aff..que saudades que eu estava deles!!!! =)

Feliz....demais e graças a vc que sempre me dá o melhor conselho!!!!

AMOOOOOOOOOOO DEMAIS!!!!

Bjs
Déa
ErikaMartin disse…
"Chega pra envolver,
envolver querer
Lavrador ou semideus
Queima de amor,
seja como for
tema de amor(..)"

Lema de 2011: "Deixa um novo amor entrar mesmo que depois seja imprescindível chorar...!"

Amiga eu não estava no carro, mas com certeza em algum lugar curtindo esse som...e a bem pouco tempo "eu que pensava que não ia me apaixonar nunca mais na vida..kkkk e me f...mas tudo bem...TÔ com sintomas d saudade...
Na verdade eu preciso esquecer
Não é fácil, não é fácil....
kkkkk
?????????
Silêncio por favor enquanto eu esqueço a dor do peito...eu não me lembro mais quem me deixou assim;;;
Hoje eu quero apenas....
Começar de novo...um novo amor(..)
Eu disse…
Amiga Patricia, acho que tá é com saudades de estar apaixonada! Vá vivendo e quem viver... verá, ou melhor, ouvirá!!!!

Postagens mais visitadas deste blog

"Aonde quer que eu vá"

Quem é que nunca ouviu uma música e lembrou de um momento da vida? Músicas, cheiros... quando ouvimos ou sentimos parece que entramos numa máquina do tempo e vamos até o momento em que vivemos tal situação... Hoje eu estava no carro e tocou no rádio uma música do Paralamas do Sucesso "Aonde quer que eu vá levo vc no olhar..." E essa música fez parte de um momento da minha vida... E a letra é incrivelmente linda... Logo depois q o Hebert e a mulher sofreram o acidente e ela morreu eu soube que ele escreveu essa música antes do acidente e fiquei boba porque parece que ele "pressentia" o que aconteceria... Na verdade lá no fundo do nosso ics, da nossa alma pressentimos muitas coisas e colocamos isso em carta, textos, músicas... E parece que Hebert fez isso pressentindo que seu amor iria para um outro plano... Eu sempre tive uma intuição forte e aguçada e muitas coisas que aconteceram na minha vida pareciam que aconteciam do nada, mas eu já sabia que algum dia tal situ…

"Dê o passo que o universo coloca o chão"

Caramba, quanto tempo!!!
Nem sei há quanto tempo não escrevo aqui!!
Desde que meu filho nasceu que minhas certezas e garantias foram mudando.
Depois que a maternidade chega, a gente começa a pensar de forma tão diferente. Novas possibilidades surgem, novos interesses e novos valores.
Mas não é tão simples como pode parecer.
Levei alguns anos para entender o que estava acontecendo dentro de mim. Um turbilhão de situações e de mudanças. Precisei passar por uma pancreatite, ficar internada e só então retomar a análise... Precisei conhecer mulheres incríveis com um pensamento mais próximo ao meu, precisei ter coragem para dizer o que penso de verdade e precisei de força para dizer para mim mesma que eu precisava correr atrás dos meus sonhos!
Depois de 14 anos trabalhando numa mesma empresa... precisou que um furacão passasse por lá e acabasse com toda minha certeza de que lá era um lugar maravilhoso para que eu pudesse ter coragem para correr atrás.
Foi quando eu liguei para Fadynha e ped…

Para Laura

Resolvi reservar um cantinho aqui no blog para contar para você, Laura como foi a gravidez da mamãe a sua espera...  Minha sobrinha querida,
Eu soube que sua mãe estava desconfiada de que você estava lá sendo gerada dentro dela...
No dia 17/01/10, domingo, fomos no churrasco na lage da casa da tia Alessandra e minha princesa Marina ficou grudada na sua mãe... sua mãe começou a desconfiar de que a menstruação atrasada significava mesmo que você já estava lá... Neste mesmo dia a noite ela falou comigo no MSN:
- Patyça, tô bolada
- Por que??
- Minha menstruação tá atrasada, era para ter vindo dia 15
- Mas tá sentindo alguma coisa?? Faz o teste de farmácia
- Eu fiz semana passada mas deu negativo, mas meu peito tá doendo... não sei...
E assim ficamos na expectativa... até que depois de um feriado de São Sebastião em familia, onde eu, sua avó, seu pai e sua mãe almoçamos juntos, jogamos juntos e finalizamos o dia assitindo um belo pôr-do-sol no Arpoador e comendo um koni... (…